Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Teatro’

Resolvi que vou alternar perseguições conspiratórias com coisas que aparentemente são positivas e que foram criadas para meu prazer, quase que exclusivo, hoje vou contar um caso e vocês me dirão se é ou não coincidência…

Sou carioca, mas eu moro no interior de Minas Gerais há 12 anos, alguns de vocês já sabem disso…  e para os outros, eu contarei esta mudança para o interior em outra ocasião…

Bem… em março deste ano, nossa filha mais velha, com 7 anos, chegou aqui em casa com um livro da literatura infantil brasileira que nos chamou a atenção. Seu título era: MEU REINO POR UM CAVALO da Ana Maria Machado ilustrado por dois excelentes artistas, Dave Santana e Maurício Paraguassu.

Capa do Meu reino por um cavalo de Ana Maria Machado

Capa do "Meu reino por um cavalo de Ana Maria Machado"

Vou poupá-los da resenha do livro que vocês poderão encontrar no blog que minha filhota e eu produzimos com as leiturasdela.

Mas o fato é que, eu e minha mulher, ao lermos este divertido livro ficamos curiosos sobre a obra de Willian Shakespeare.

Como vivemos no interior, nossa única forma de acesso aos livros editados é através da internet e da compra de livros em sebos. Resultado, no final de março havíamos adquirido 14 peças de Shakespeare no formato pocket book da LP&M e começamos a ler, ávidos a beber na fonte as mais saborosas histórias feitas para o teatro inglês.

Como uma coisa vai levando à outra, a medida que líamos fomos comprando e lendo teóricos e críticos nacionais e estrangeiros, e fomos comprando e lendo outras versões e traduções, compramos e vimos DVDs, baixamos palestras da internet, histórias em quadrinhos, adquirimos a edição histórica traduzida pelo Carlos Nunes, compramos livros da Bárbara Heliodora, do Kermode, do Bloom… num total de mais de 50 livros sobre o assunto.

Em junho já estávamos quase terminando de ler o que compramos. Andréia leu muito mais que eu e mais rápido, afinal ela não tem que escrever uma dissertação sobre “Tecnologia e Educação” que nada tem de Shakespeare…

Nesta época conversávamos muito sobre as peças, filmes e críticas que líamos e começamos a sentir falta de gente mais gabaritada que nós, meros mortais, para conversar sobre o assunto.

Na primeira semana de julho, passeando no shopping daqui da cidade, fomos ao Centro Cultural Usiminas e encontramos um folheto que assim dizia: “I Conferência de Teatro do Vale do Aço – Falando sobre Shakespeare” de 17 a 23 de julho com Bárbara Heliodora, Aimara da Cunha Resende, José Roberto O´Shea, Sérgio Viotti, Companhia dos Atores de Laura e Brigitte Bentollilla. Veja aqui como foi a programação do evento.

A conferência tratava de TUDO o que estávamos conversando há 3 meses. Trazia as pessoas que desejávamos conhecer e conversar, e de quebra ainda teve 2 workshops, um sobre Shakespeare no cinema (com a agradável Brigitte) e o outro sobre a construção dos personagens de Shakespeare para o Teatro (com a maravilhosa Aimara).

Resultado… eu e Andreia paramos nossa vida por 1 semana para sorver de mais estas delícias!

E ficou a conclusão que vocês já devem ter percebido através do conteúdo deste blog: É claro que este evento foi feito só para mim e minha mulher! Vocês podem dizer que não, que a coisa foi feita para a região onde moramos… e eu responderei: Então, por que é que haviam apenas uns 15 atores locais e apenas mais eu e Andreia na platéia?

Consegue dizer que não foi pessoal desta vez?

Ainda não li nenhum comentário seu aqui… já tá na hora de pegar no teclado!

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: