Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \17\UTC 2017

Penso que “Renascimento” deveria se chamar “modernismo”.

O que caracteriza a modernidade?

A matematização e a tentativa de enquadramento do mundo em uma explicação mecânica de função-causa-efeito.

Começa na perspectiva do desenho/pintura renascentista esse período.

E tem seu ápice no mecanicismo newtoniano e na revolução industrial.

A arte, sempre à frente da ciência, ao final da Era Moderna, encontrou a diversidade de estilos, simultaneamente, a liberdade de crença da criação. Parou-se de seguir-se um estilo acadêmico único e passou-se a permitir que a diversidade fosse incluída na arte da academia – erroneamente chamamos a esse período de modernismo… mas o Pos-moderno já estava lá na arte!

A necessidade de enquadrar/definir um período histórico, em uma explicação, o mais rápido possível, nascida na modernidade, causou essa miopia de definições, que deverá ser revista em um futuro próximo.

O senso comum e a linguagem ainda chama de moderno qualquer inovação do século Pós-moderno que foi o século XX.

Tão Pós-moderno que ele ultrapassou a velocidade e o tempo da humanidade tornando-se o século mais curto da história: começa na revolução socialista soviética em 1914 e termina com a queda do muro de Berlim em 1989.

Depois disso a arte avançou para o culturalismo em oposição à globalização…

E o século XXI demonstra que será muito mais curto ainda com esse recrudescimento de uma moral religiosa em oposição ao liberalismo do final do século passado…

Essa coisa de modernidade é muito pessoal para mim. Desde jovem que eu considero a palavra “moderna” um termo ultrapassado. Foi considerado “moderno” na arte a fase da semana de 22 no Brasil e os novos movimentos artísticos do início do século XX. No entanto eu, particularmente considero que o Renascimento é que deveria ser nomeado como modernismo…

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: