Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \12\UTC 2009

Todas as manhãs, quando vou levar minhas crianças na escola ligo o rádio do carro e escuto um programa jornalístico na FM JOVEM PAN, não porque eu gosto da rádio e sim porque onde eu moro só tem essa rádio com um programa jornalístico aceitável.

Sempre lamento muito a perda de tempo jornalístico com informações inúteis, para mim, sobre o trânsito de São Paulo e sobre o tempo em umas poucas capitais brasileiras. Ora, esse tipo de notícia é para ser dada pelo noticiário local e não na rede nacional. Para mim isso é mais que óbvio.

Trânsito nas Capitais?

Prá que que eu quero saber isso?

Lamento que outras emissoras, inclusive de TV, procedam da mesma forma, usando as transmissões nacionais para falar de crimes, trânsito e tempo de capitais como SP ou RJ, ocupando o tempo precioso do noticiário nacional com assuntos locais de capitais distantes.

Violência local no noticiário local

Para que que eu, no interior do Brasil, quero saber sobre as favelas no RJ ou SP?

ALOUÔ! Vai falar do lixo local, fala em noticiário local, não me interessa saber sobre o traficante do morro tal na favela qual do Rio ou de São Paulo.

Aqui onde moro também tem crimes e eles não saem no noticiário nacional… não me interessa de forma alguma esse tipo de notícia que toma 10 a 15 minutos do tempo de todos nós.

Mas o que me irrita mesmo no noticiário nacional da JOVEM PAN são exclusivamente 2 coisas…

A primeira, mais antiga e mais irritante é a vinheta do programa Pânico. Nada contra o programa, até é um momento interessante de descontração dos locutores que o povo assiste como reality show. Mas a vinheta é a mesma há pelo menos 2 anos!

Será que eles não tem criatividade para mudar uma vinheta de um programa ou não tem dinheiro para gravar uma nova? Um verdadeiro saco!  Dois dedões para baixo para a repetição interminável de vinhetas irritantes pela programação! Mudem essa MERDA logo!

A outra coisa irritante são os blocos de pseudo-protesto da rádio, sempre com argumentação imbecilizante e pobre, como se estivesse lá apenas para gastar o tempo disponível do noticiário. O pseudo-protesto que está sendo veiculado agora é contra o programa “A VOZ DO BRASIL”.

Eu acho legal...gosto muito!

Pela continuidade da Voz do Brasil

 

 

 

 

Brigam contra a obrigatoriedade do programa, e usam os argumentos mais pobres que se pode usar… comparam o programa à propaganda nazista, sem no entanto terem argumentos que os permitam fazer essa comparação, já que a propaganda nazista tinha um objetivo muito diferente e foi um recurso de um governo totalitário de alcançar seu público.

Ora, o cara pode falar o que ele quiser no veículo dele, concordo, liberdade de expressão é o que todos nós desejamos, mas fazer críticas baratas que imbecilizam o adolescente que pode estar escutando o rádio é quase o mesmo que usar o veículo como recurso totalitarista de governo, mesmas armas, mesmos formatos.

Considero “A VOZ DO BRASIL” como um excelente veículo de informação e acima de tudo, um veículo capaz de apresentar diariamente a versão das coisas que são feitas lá no planalto central.

Se o povo escutasse mais “A VOZ DO BRASIL” talvez soubesse escolher melhor na hora de votar.

Diariamente poemos ouvir o que os nossos políticos dizem nas plenárias, escutamos sobre as decisões do Supremo, sobre os programas sociais do governo e muito mais.

O argumento do rádio contra o programa “A VOZ DO BRASIL” é que existe informação em todos os lugares, nas rádios, nas TVs e na internet. No entanto, menos de 1/4 da população brasileira tem acesso à internet. Os noticiários dos veículos de massa só transmitem notícias inúteis sobre violência, desgraças e trânsito nas capitais onde estão suas sedes esquecendo que existe um Brasil imenso que precisa saber sobre as ações do Governo, da Câmara e do Senado e finalmente do Judiciário.

Se me perguntarem… voto pela continuação da obrigatoriedade da “A VOZ DO BRASIL”, pois quem sabe que é útil ou precisa ouvir as notícias sobre os Três Poderes tem neste programa a garantia de saber o que acontece. É um recurso de utilidade pública e de formação de cidadania.

Se me perguntarem… voto por uma lei de mídia que exija que as grandes redes tenham noticiários locais e que empreguem jornalistas locais em quantidade suficiente para cobrir as questões locais com qualidade e utilidade.  Que essa lei de mídia contemple a formação de comissões locais de ética e de observação da imprensa com representantes da população, do governo e dos órgãos de classe. Comissões que atuem e autuem os abusos e descasos, e principalmente os factóides irresponsáveis.

Se me perguntarem… que seja limitado o número de repetições de vinhetas e que elas tenham prazo de validade como os enlatados do supermercado.

Mas ninguém me perguntou né? Quando me perguntarem eu digo!

Abraços

Read Full Post »

O Brasil ondem acendeu tanta vela que será difícil recuperar o co2 liberado...

Acendeu vela? E a camada de ozônio?

Ontem, coincidência ou não, depois de uma semana lendo, vendo e ouvindo notícias sobre os aumentos indevidos na tarifa da energia elétrica desde 2001 e da tentativa do governo de fazer as operadoras restituirem aos usuários/consumidores (não deveríamos ser tratados como clientes?) os valores cobrados indevidamente, aconteceu um inexplicável apagão!

Acho inacreditável algumas coisas que advém desses fatos:
1- Eles serem tão óbvios e diretos ameaçando o governo e a população com um caos que deveria ser apurado e devidamente responsabilizado.
2- As pessoas acharem que é meramente um problema de transmissão de energia (só se for de transmissão de energia neuronal entre o tico e o teco das cabecinhas desatentas)
3- Todos se esquecerem que o apagão da época do FHC só serviu para aumentar as tarifas assustadoramente e que este, na época, pode ter sido também forjado.
4- Por mais que eu goste de piadas, acho incrível rir na hora que sou roubado! A menos que se ria de nervoso incontrolável.

Tenho minhas contas guardadas desde 1999, quando eu já usava ar condicionado 24 horas por dia e chuveiro elétrico, mais um tanto de equipamentos ligados em tomadas aqui em casa e minha conta não passava de 27 reais. Atualmente minha conta ultrapassa os 300 reais e eu tenho aquecimento de água por painel solar…

Penso muito no assunto e me pergunto: até quando a dócil e cordata população brasileira se deixará levar pelos abusos que sofre em todas as esferas, desde a familiar à governamental, passando pelos direitos individuais e coletivos?

Se você tem algo a declarar, expor, discordar ou complementar use os comentários abaixo!

Abraços

Read Full Post »

5 Dicas para manter-se autêntico e transparente no Twitter

 Postada por Michelle Bowles on Sep 28th, 2009 in Microblogging, Online Marketing, Social Media, Social Media Smarts, Social Networking traduzido por Rodrigo Vieira Ribeiro, sem autorização da autora, mas citada a fonte devidamente.

Como uma gota pura e transparente como devemos nos portar nas redes sociais

Como uma gota pura e transparente como devemos nos portar nas redes sociais

Prosseguindo com a minha preocupação pessoal em falar e entender sobre o twitter, hoje eu encontrei e produzi esta versão em português de dicas para marcas e empresas no twitter… considerando que marketing normalmente serve tb para as questões pessoais também, acredito que o que está colocado aqui serve para os usuários comuns e para professores que desejam usar o twitter como forma de aproximação de seus alunos ou até mesmo para os alunos que desejam se aproximar das disciplinas que seus professores usam o twitter.

Para os meus alunos de Publicidade e Propaganda e para os meus alunos de Jornalismo eu vejo essas dicas como fundamentais, não apenas para usar no twitter e sim para levar para a vida profissional como um todo.

Vamos às dicas:

****************************************************

Todo marqueteiro de sucesso, que fez sua mudança para as mídias sociais, irá relatar que as regras tradicionais do marketing precisam ser reexaminadas. Isto é particularmente verdade no Twitter, onde as marcas dispõe de apenas 140 caracteres para informar, invocar uma emoção e inspirar uma ação.

Quer a regra mais básica e crítica para as Marcas no Twitter? Seja autêntico e transparente em TUDO o que você fizer.

(nota do blogueiro de plantão: isso serve para tudo né?)

Veja estas 5 dicas para manter-se autêntico e transparente no Twitter:

1- Revele quem está por trás das mensagens. Isso não significa necessariamente dizer quem é o CEO (CEO – Chief Executive Officer  ou executivo-chefe de operações nas empresas Norte Americanas), o gerente para as mídias sociais ou um profissional de marketing interno. Isto significa dizer apenas que uma pessoa de fato é uma pessoa. Colocar um nome e um rosto por trás das suas mensagens no twitter por meio de uma foto ou de uma bio curta pode ajudar os seus seguidores a relatar e a conectar com sua marca.

A Kodak é um exemplo excelente de uma empresa que coloca a cara em sua marca no Twitter. A twiteira (adoro esses neologismos) oficial da companhia, blogueira chefe e gerente das mídias sociais Jennifer Cisney (@kodakcb), não deixa dúvidas sobre quem ela é e o que ela faz. Suas twitadas (mais um neologismo maravilhoso) possuem um saudável balanço entre sua personalidade brilhante e um tanto de informação irrelevante (por exemplo: “Sentada em meu sofá assistindo Desperate Housewives e comendo pipoca.)

2. Mostre alguma personalidade. Você não tem que ser sempre Negócios em Empreendimentos o tempo inteiro. Tenha alguma diversão com suas titadas contando histórias bem humoradas ou colocando um pouco de diversão pessoal agora e sempre.

Parte do que faz o “cabeça” das mídias sociais e e Twiterati (heheeh amo esse modo de inventar palavras e termos dos estadunidenses) Scott Monty(@scottmonty) da Ford Motor Co. muito popular e de sucesso pela sua habilidade de fazer seus seguidores se sentirem como um velho amigo da faculdade ou amigo da família. Sua bio conta aos seus seguidores que ele é “em geral, um cara legal”. Mas o que há de original em suas mensagens é uma combinação entre seu conhecimento de marketing, as novidades sobre automóveis e sobre a Ford e suas anedotas pessoais – vamos vê-lo em ação através deste vídeo(lamentavelmente em inglês sem legendas, mas se puder veja…): (Scott Monty video interview here)

3 Assuma quando você estiver errado. Com a explosão das redes sociais nestes poucos anos, as más decisões e o caos desafortunado são expostos muito mais rapidamente. Então, é importante para as marcas serem rápidas e mostrarem suas fraquezas para consertar a situação o mais breve possível. Uma vez dito, por que não transformar uma situação negativa em uma positiva?

Após você admitir um erro você também pode começar uma competição amigável entre seus seguidores sugerindo a eles que exponham seus “maiores momentos do -ih fiz merda”. Escolha, ou melhor, permita que seus seguidores votem, na melhor história. Ofereça algum tipo de incentivo ao vencedor, que pode ser um cupom de desconto, um produto grátis ou um certificado de presente.

4. Conheça seus seguidores. Deixe-se mostrar e deixe-os se apresentar: Seus seguidores— e clientes potenciais — possuem muito mais em suas mentes que apenas a sua marca. Pergunte aos seus seguidores sobre eles mesmos, adquira o senso de saber quem eles são e personalize suas respostas baseado nos detalhes pessoais de seus seguidores

No final, você não apenas será visto como uma marca autêntica e confiável no Twitter, você também terá obtido informações demográficas valiosas sobre seus clientes.

5. Não se deixe lever pelas suas conquistas. Através da tentativa e erro, experiência e um pouco de sorte, você, felizmente, irá encontrar muito sucesso em suas mídias sociais e seus esforços no Twitter. Mas não deixe isso lhe subir à cabeça. Tenha em mente que foram seus seguidores que lhe deram esse sucesso. Foi uma questão de relação, de duas vias e não apenas seu esforço pessoal.

Veja a entrevista do twiterati que foi considerado o que obteve mais sucesso usando o twitter como serviço de atendimento aos clientes: Frank Eliason (@comcastcares) do Comcast. Mas o que ele fez de relevante e útil para seus seguidores foi sua habilidade de se manter genuíno e modesto em meio à tanta popularidade.(Frank Eliason interview here)

Existe um sem número de modos de falhar enquanto tentamos efetivamente fazer marketing no Twitter, (aqui um link em inglês sobre dicas de como fazer mkt através do twitter) o uso das mídias sociais pelas empresas tem amadurecido para que um bom número de exemplos bem sucedidos já tenha emergido. Tome cuidado com o que funciona para os outros, são informações preciosas para ajudá-lo a desenvolver suas próprias e genuínas comunicações e experiência de marca com seus clientes nas redes sociais.

Agora eu pergunto a você: O que você tem feito para se manter autêntico e transparente no Twitter? Que experiências de sucesso você conhece nas mídias sociais que você pode compartilhar conosco aqui na A coisa é pessoal?

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: